Facebook
É muito fácil contatar a revenda diretamente.

Veja o cronograma de reajustes nos preços dos carros elétricos e híbridos

Veja o cronograma de reajustes nos preços dos carros elétricos e híbridos

Desde o dia 1º de janeiro já estão em vigor os novos impostos de importação sobre carros elétricos e híbridos, conforme medida anunciada no fim do ano passado. A decisão provocou um aumento nas vendas de veículos eletrificados nos últimos dias de imposto zerado em dezembro último.

Com o novo imposto as alíquotas passam a ser de 10% para carros elétricos, 12% para veículos híbridos plug-in assim como 15% no caso dos modelos híbridos. Entretanto, tais percentuais serão válidos apenas até o fim do próximo mês de junho. A partir de julho de 2024, o imposto sofrerá um aumento e os novos reajustes serão realizados anualmente até 2026, quando todas as categorias de veículos eletrificados terão imposto único de importação de 35%, dessa forma, deixando os veículos eletrificados possivelmente mais caros.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic), até a implementação completa das novas alíquotas, serão disponibilizadas cotas iniciais para compras isentas do exterior, com o objetivo de impulsionar a indústria nacional, desenvolvendo a cadeia produtiva automotiva e contribuindo para a redução das emissões de CO2 da frota brasileira.

Veja o cronograma de reajustes nos preços de carros elétricos com o imposto de importação

Carros elétricos

Janeiro de 2024: 10%
Julho de 2024: 18%
Julho de 2025: 25%
Julho de 2026: 35%

Além disso, a taxação para veículos elétricos de transporte de carga, incluindo caminhões elétricos, iniciará em 20% em janeiro de 2024, alcançando 35% em julho do mesmo ano, refletindo a prontidão da produção nacional.

Automóveis híbridos

Janeiro de 2024: 12%
Julho de 2024: 25%
Julho de 2025: 30%
Julho de 2026: 35%

Híbridos plug-in, movidos a combustíveis fósseis e eletricidade

Janeiro de 2024: 12%
Julho de 2024: 20%
Julho de 2025: 28%
Julho de 2026: 35%

Montadoras

A Volvo foi a única montadora que, até o momento, afirmou que absorverá parte do reajuste aplicado em seus modelos, realizando um aumento médio de 7,7% em seu portfólio de veículos. A fabricante afirmou, ainda, que o menor repasse será de 5% para o EX30, que está em pré-venda desde o ano passado, com grandes perspectivas de ser destaque de vendas em 2024. Por fim, a Volvo informou que os demais modelos (XC40, C40, XC60 e XC90) terão aumento de 10% nos preços sugeridos.

A medida agressiva faz parte da ousada meta de chegar a 17 mil emplacamentos em 2024. Ou seja, caso esse volume seja atingido, a fabricante fechará o ano com mais do que o dobro de unidades vendidas em 2023 – quando a estimativa é de que a Volvo tenha comercializado aproximadamente 8 mil carros.

Fonte: Portal do Trânsito
Imagens: Freepik

Postado em 26/01/2024.