Facebook
Adicione o Ache Veículos aos seus favoritos!

Rota Sul: Brasil terá novo corredor para carros elétricos

Rota Sul: Brasil terá novo corredor para carros elétricos

A ideia é que com a criação desse corredor seja possível o deslocamento de São Paulo até Punta del Este, no Uruguai, com carros elétricos.

Mais um corredor para carros elétricos foi criado no Brasil – o Rota Sul, que ligará São Paulo até o Uruguai. A iniciativa tem como origem a parceria entre a montadora Nissan, a locadora Movida, a Rede Sim, de postos de combustíveis, e a startup Zletric.

O Rota Sul, que teve como investimento inicial o aporte de R$ 2,4 milhões, terá nove pontos de recarga localizados nos postos de combustíveis da Rede Sim em diferentes cidades e capitais.

Região Sul no corredor de carros elétricos

Nesta primeira fase, os carregadores rápidos, de 60Kw, estarão disponíveis para uso nas cidades de São Sebastião do Caí, Gravataí, ambos já em operação, Gramado e Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, além da cidade de Laguna, no estado de Santa Catarina.

A perspectiva é que, até o próximo mês de outubro, outros quatro municípios – Caxias do Sul (RS), Bento Gonçalves (RS), Itajaí (SC) e Araquari (SC), já estejam compondo a lista dos eletropostos da parceria.

Existe ainda a possibilidade de que até o fim do ano o estado do Paraná também seja um dos beneficiados com pontos de recarga rápida de carros elétricos. E assim, os três estados da região estariam integrados no Rota Sul.

Dessa forma, seria possível o deslocamento de São Paulo até Punta del Este, no Uruguai, em um veículo zero combustão. Isso porque a previsão é de ter um posto carregador a cada 200 km durante o percurso.

De acordo com Pedro Schaan, CEO da Zletric, o investimento não é apenas relevante, mas, sobretudo, fundamental para a democratização do veículo elétrico no país.

A mobilidade elétrica já está no nosso dia a dia. Ou seja, ela não é mais o futuro, é o presente. A maioria das cidades já está coberta com carregadores para carros elétricos. Agora queremos oferecer essa tranquilidade também nas estradas do Brasil”, ressalta e finaliza o executivo.

Artigo de Pauline Machado
Imagens: Freepik

Postado em 16/09/2022.