Facebook
Navegue por quaisquer dispositivos. É compatível!

Estoque do site Peça Legal chega a quase 10 milhões de peças usadas de veículos

Estoque do site Peça Legal chega a quase 10 milhões de peças usadas de veículos

Lançado em 04 de janeiro de 2021, o site do Detran/RS que possibilita a consulta de peças usadas legalizadas cresceu de forma exponencial. O estoque cadastrado passou de 8 milhões de peças para quase 9.580.707 atualmente. O www.detran.rs.gov.br/pecalegal possibilita a consulta de peças usadas disponíveis para compra nos Centros de Desmanche de Veículos (CDVs) credenciados pelo Estado. A ferramenta de busca reúne o estoque cadastrado e permite pesquisas por nome da peça que o cidadão procura e marca e modelo, com a possibilidade de filtro por ano e município. O site já conta com 233 mil visualizações não só no Brasil, mas também nos cinco continentes. 

As peças comercializadas por estes estabelecimentos têm rastreabilidade de origem e respeitam critérios técnicos de segurança e normas ambientais para a sua seleção. Além disso, adquirindo peças usadas com garantia de procedência lícita, o cidadão contribui diretamente para a queda dos índices de furto e roubo de veículos com fins de desmanche, pois, as peças disponíveis nos CDVs têm origem legal comprovada. 

Os Centros de Desmanches de Veículos credenciados pelo Detran/RS são hoje as únicas formas legais de comprar peças de veículo usadas. O Detran/RS foi o primeiro estado a regularizar esse mercado, começando em 2011 a assumir o controle e fiscalização da atividade. Os antigos desmanches e ferro-velhos foram credenciados em 2015 e hoje funcionam sob uma série de critérios técnicos, que impactam na segurança pública e meio-ambiente. Atualmente, são 436 CDVs credenciados pelo Detran/RS em atividade em 128 municípios do Estado. 

Segurança pública 

A regularização da atividade e a força-tarefa composta por diversos órgãos da segurança pública para fiscalizar a atividade e fechar os ilegais teve um impacto impressionante na redução de furtos e roubos de veículos no RS. Na impossibilidade de vender as peças dos veículos roubados, o próprio crime vem caindo. E como as peças apreendidas nas operações são encaminhadas para reciclagem, também não voltam ao mercado ilegal. Foram mais de 8 mil toneladas recicladas em seis anos de Operação Desmanche

O número de furtos de veículos passaram de 20.420 em 2015 para 8.916 em 2021, uma redução de 56%. E o número de roubos de veículos passou de 18.138 em 2015 para 4.940 em 2021, redução de 73%. E esses indicadores seguiram caindo em 2022


Dados da Secretaria de Segurança Pública do RS

Meio-ambiente 

Com os desmanches regularizados no Estado, o Detran/RS quantificou que 471 mil toneladas de dióxido de carbono deixaram de ser emitidas na atmosfera de 2015 a 2021. A redução foi possível devido à reutilização de 214 mil toneladas de aço através da revenda de peças usadas ou da reciclagem. Nesses sete anos, mais de 271 mil veículos baixados (sucatas) deram entrada nos mais de 400 Centros de Desmanches de Veículos (CDVs) credenciados no RS. O volume de aço reaproveitado pela atividade dos CDVs é 12 vezes a quantidade de aço utilizada na construção da Nova Ponte do Guaíba. 

Além do aço, estima-se também a reutilização, reciclagem ou a destinação ambientalmente correta de 2,7 toneladas de zinco, 16 mil toneladas de borracha, 10 mil toneladas de vidros, 4 mil toneladas de chumbo, 6 mil toneladas de cobre, 21 mil toneladas de fluidos, 56 mil toneladas de ferro, 18 mil toneladas de alumínio e 27 mil toneladas de plásticos nesse período.

Fonte: Detran/RS
Imagens: Detran/RS, Freepik

Postado em 13/01/2023.